CASA DA GESTANTE

Atendimento a gestantes de alto risco

A casa da Gestante foi criada no dia 21 de agosto sob portaria GM/MS n°. 3477, onde foram criados mecanismos para implantação dos Sistemas Estaduais de Referência Hospitalar no Atendimento da gestante de Alto risco.

A principal função da Casa da Gestante é abrigar gestantes de alto risco do Sistema Único de Saúde (SUS) e contribuir para a redução da morbi-mortalidade (doenças e morte) materna e neonatal. O espaço possui 14 leitos, divididos em três quartos, e seis leitos localizados dentro do hospital. A necessidade de trabalhar o emocional e o físico das gestantes trouxe medidas que possibilitaram a organização, além de medidas sobre como trabalhar e dar atenção à gestação em todas as fases de desenvolvimento do feto. As ações integram todos os níveis de complexidade, fazendo com que aconteça uma interação das áreas Clínica, Obstétrica, Pediátrica, Psicológica, da Fisioterapia e Colaboradores, definindo, assim, mecanismos de referência e contra referências aos envolvidos: equipe de atendimento e gestante.

A Casa da Gestante oferece um espaço de convivência, que é um ambiente de interação onde as gestantes internadas podem participar de rodas de conversa, trabalhos em grupo (como oficinas de artesanato) e entre outras atividades. Todas estas propostas são orientadas por um profissional (pedagogo) que desenvolve a teoria e prática de um tema determinado. Este, em sua maioria, é proposto pela médica responsável pelo setor. Assim, o projeto de gestão apresenta atividades específicas para as gestantes internadas no Hospital Universitário São Francisco de Paula na ala da Casa da Gestante, através dos momentos de descontração e relaxamento promove-se a aprendizagem, a fim de permitir resignificações da internação e gestação, contribuindo com os aspectos emocionais durante este processo delicado de internação. O espaço oferece ainda oportunidade para acadêmicos que realizam projetos de intervenção com o objetivo de oferecer um pouco de acolhimento e atividades recreativas para as gestantes internadas na Casa da Gestante do Hospital Universitário São Francisco de Paula.